terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Desapego ou Desamor?

Hoje gostaria de deixar de lado um pouco as "grandes questões" e conversar com você sobre algo um pouco mais singelo, entretanto, não menos importante: O Desapego. Todo aquele que busca a iluminação sabe que o desapego é um elemento chave para a evolução humana. Então, por que é tão difícil colocá-lo em prática?

Apego X Amor

Um dos motívos pelo qual é tão difícil praticar o desapego, é por causa da resistência humana a esta conduta. A prática do desapego é desencorajada em todos os seguimentos da sociedade! Nós somos ensinados desde cedo a nos apegar a tudo e a todos. Devemos nos apegar a nossos pais, nossos pertences, nossa vida... Confundimos apego com amor e passamos a vida toda cultivando o apego sem cultivar o amor.
Só sabemos o que é o amor incondicional quando livres das amarras das paixões e do apego. O amor é totalmente o oposto do apego (que é o conceito distorcido de amor) pois o amor liberta, o apego, aprisiona. O apego é o sentimento predileto do EGO. Na verdade, o apego é o grande alimentador do ego. Veja, o amor distorcido de hoje, na verdade, é o amor ao próprio ego, pura e simplesmente.
As pessoas querem possuir coisas para alimentar o ego. Casa, carro, status... tudo isso é desejo do ego, fortalecido pelo apego, é o sentimento de posse. Esse mesmo sentimento é o que dirige as relações humanas hoje. É MEU FILHO, MEU MARIDO, MINHA ESPOSA... percebes? O apego às pessoas é taxado como amor. Mas como já foi dito aqui, o apego só alimenta o Ego, então, as pessoas não amam os cônjuges, pais ou filhos, elas os querem para satisfazer o ego. Quer um exemplo? Porque é tão comum as pessoas casarem-se e se separarem algum tempo depois? Será que o amor acabou?!? É claro que não! O que acontece, na maioria das vezes, é que se apegam ao prazer causado pelo coquetel químico desencadeado pela paixão. Quando a paixão acaba, acaba o motivo pelo qual se casam. Então o ego corre atrás de outra pessoa que descarrege a quimica novamente... quando não é a paixão que move o relacionamento, é o interesse. O coroa ricásso casa com a menininha novinha para desfilar com o troféu perante seus pares... já a menininha encara o coroa pelo conforto material e pela segurança. É tudo uma troca de interesses. É difícil para a pessoa conceber o amor sem a troca. "Eu o amo, mas você me deve fidelidade", não é assim? "Eu o amo, mas você tem que mudar esse seu jeito", "Eu amo você, mas você precisa me dar um pouco mais de atenção"... todas essas frases resumem o apego, não o amor. As pessoas amam a si próprias e querem possuir o outro, para que este satisfaça suas necessidades, sua carência de carinho, atenção, recursos financeiros, sexo...
Já o amor verdadeiro não impõe condições de forma alguma. O mais próximo que o ser humano comum hoje chega do amor verdadeiro é no relacionamento mãe/filho. Quando você ama de verdade, o importante é fazer o outro feliz e não o contrário. E mais importante ainda, amor não é sentimento, é escolha, é atitude. Sentimento faz parte do ego, anda de mãos dadas com o apego.

O desapego é a chave para o despertar espiritual

Com o desapego vem a libertação de Maya, a ilusão da fisicalidade. A partir do desapego, nos tornamos capazes de nos libertar do Medo! Medo da perda, medo da rejeição, medo do fracasso, medo da morte. Assim, podemos descobrir como passear por esta dimensão totalmente libertos para aprender, para amar verdadeiramente e cumprir o que nos cabe neste mundo. A visão espiritual é imcompatível com o apego. O apego contamina a mente do homem tão intensamente que o torna cego para tudo o que não esteja ao alcançe de seus sentidos. O apego mergulha o homem profundamente na matéria e contribui para a perda da identidade espiritual, da conexão com a fonte de tudo o que é, a conexão consigo mesmo.

Equilibrio Emocional X Frieza

Quando alguém foge ao padrão da maioria da humanidade e desenvolve o equilibrio emocional resultante da prática do desapego, é taxado de frio, insencível, coração de pedra... Confesso que já fui chamado de todos esses adjetivos, principalmente nos primeiros anos de minha vida. Isso por que, desde criança, tive a dádiva de desenvolver o desapego. Não aprendi isso com ninguém, pelo menos não nesta vida. Foi algo que aconteceu naturalmente, de forma inata. Entretanto, me custou e me custa muito caro até hoje. As pessoas estão acostumadas ao apego e rejeitam qualquer atitude diversa, você é cobrado a ter uma atitude mais emocional, passional. Caso contrário, você é taxado como alguém que não ama, que não tem vínculos afetivos. Isso soa familiar para você? Se sim, bem vindo ao clube! Mas lembre-se que o errado não é você, você está no caminho certo.

Um abraço.

24 comentários:

  1. É tudo verdade mesmo, estou nesse clube rs, ja ouvi varias vezes esses comentarios, tipo, voce nao tem vida? por ter essa atitude passional,ou nao ser exigente demais, ou nao ficar fazendo grandes projetos.Taxam a gente de sem vida, ou seja, se voce ainda nao tracou um projeto audacioso de vida de hoje ate a sua aposentadoria, voce é uma pessoa sem animo.
    Mais aprendi a acreditar na vida, no fluir, e é essa a forma que quero viver, observando esse fluir.
    paz e luz!!!

    ResponderExcluir
  2. Meu prezado, irmão de passeio e viagem! Fico grato por sua tamanha inspiração. Em abordar este tema. Que é sem duvida, de uma certa polêmica. Mais que nos enriquece e muito ter esta consciência. hoje sei que é de extrema importância. E entendo perfeitamente porque já recomecei tantas veses a vida. pois este é um fato que vem, de cheia no dia a dia, de quem busca algo mais. Do que o vam materialismo, e emoções passageiras inúteis. que na realidade so causa mal, e sofrimento a quem os busca e os vive. valeu e PARABÉNS, pela bela apresentação!Do sempre amigo ! Novan

    ResponderExcluir
  3. Olá, Aquele que Busca, que texto precioso!

    Além de frieza, o desapego ainda é visto por muitas pessoas como Egoísmo, quando é justamente o contrário.

    Muito bom seu texto, espero que mais pessoas o leiam.

    Abração!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, sofri muito e até hoje meus familiares me olham torto.Sem contar que passei a minha infância e adolescência carregando uma culpa por ser assim "de natureza ruim" como a minha mãe sempre passou para as pessoas,e pra mim principalmente.Tive uma vida solitária até encontrar voçês.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Que bom que acreditas no fluir da vida, sissi. É assim mesmo que devemos encará-la. Sem nos preocupar com o futuro ou remoer o passado. Vivendo apenas o agora e criando a vida que desejarmos.
    Muito obrigado por sua visita. É sempre um prazer recebê-la.

    beijão

    ResponderExcluir
  6. Fico feliz que gostaste do texto, Novan. Mais que fruto de inspiração, o post é um grande desabafo! Escrevê-lo fez mais bem a mim do que a muitos que leram e lerão estas linhas.

    Um grande abraço, amigo. És sempre bem-vindo a meu pequeno espaço.

    ResponderExcluir
  7. É verdade, Higher. Achando que desapego é uma atitude de "pouco me importo", as pessoas acham que só estamos preocupados conosco mesmo. Muito triste isso. Mas espero que este texto venha a abrir um pouco a mente de alguns e possamos conviver sem mal-entendidos.
    Um grande abraço, companheiro. É sempre uma honra recebê-lo.

    ResponderExcluir
  8. Sei exatamente com se sentes, edlamar. Fico muito feliz em saber que contribuimos para aliviar a solidão que acompanha a todos nós os despertos.

    Continue na busca, amigo.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  9. OLA
    AMEI A MATERIA, ME AJUDOU MUITO, LI TUDO EM UMA SENTADA, POR ISSO AGORA VOU TER QUE DIGERIR, ASSIM QUE DER LEREI AS POSTAGENS MAIS ANTIGAS TAMBEM, PARABENS, E MUITO GRATA ESTOU.

    DESEJO SUCESSO E FELICIDADES...

    ResponderExcluir
  10. Obrigado pela visita, Anônima! Espero que você consiga internalizar este texto e os outros postados aqui.

    Fico muito feliz com sua visita.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  11. Achei horrivel td q foi dito pois eh exatamente o contrario do ensinado por cristo que devemos ter e demonstrar amor ao proximo. Eu sofro por viver com alguem frio e com atitudes egoistas por causa do seu desapego e acho q quem pensa e age assim nao pode saber o que eh o amor e mesmo como ja comprovei essas pessoas nao estao interessadas na felicidade do seu proximo. Eh muito triste cair nas "garras" de pessoas assim que ate ignoram a existencia de Deus nosso amoroso criador que nos fez maravilhosamente bem e nos muniu com a qualidade do amor e sensibilidade nao demonstradas pelos frios e egoistas desapegados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, este é seu ponto de vista. Na minha opinião, como está explicito no texto, isso que você está descrevendo não é amor é apego. De acordo com minhas convicções isso que você chama de amor é danoso, ciumento e violento. Não acredito que algo que prenda alguém possa ser chamado de amor, nem pelo Cristo. Jesus pregou a simplicidade, a liberdade o amor INCONDICIONAL. Ou seja, você deve amar aquele que vive com você e a quem chama de frio e egoísta sem pedir nada em troca. Você deve amá-lo sem cobrar que ele a trate da maneira que você gostaria que ele a tratasse. É esse o amor verdadeiro, sem apego. Pois o apego nos torna egoístas, exigentes e preocupados em satisfazer o nosso Ego e não em doar. Veja novamente o que escreveu e me diga se você não está frustrada pelo fato de não estar sendo "amada" como gostaria... No momento em que você se libertar do apego e AMAR de verdade, toda essa revolta e frustração que você externalizou nessas poucas linhas irão embora e você poderá amar verdadeiramente.

      Um grande abraço

      Excluir
  12. Nao acho que o amor e o apego sejam coisas que andem separadas pois conforme diz a biblia e o que realmente cristo pregava é que a biblia é a palavra de Deus, foi aconselhado aos maridos cristaos que se "apegassem" as suas esposas, isso mostra que nas relaçoes amorosas o apego é algo importante,e nao algo ciumento e destrutivo, para essas qualidades o apego nao se enquadra mas como temos visto os homems hoje preferem ignorar os conselhos de Deus e criam seus proprios modos de andar tentando justificar suas atitudes fora do padrao correto que deveria ser seguidos pelos seres humanos e as consequencias desse proceder vemos na sociedade cada vez mais caotica com conceitos deturpados do que é o verdadeiro amor pelo proximo. Infelizmente muitos que desconhecem os escritos sagrafos divulgam mentiras sobre os conselhos de Deus e as mensagens de Cristo pregando ao mundo que o que é errado é certo e vice versa quando na realidade vivemos num mundo apartado de Deus e no meio de pessoas q tentam convencer aos que nao buscam conhecer ao nosso criador que ele aceita qualquer tipo de proceder. Mas minha intençao nao é condenar as pessoas que sao a favor do desapego e sim dizer a minha opiniao baseada no que sofro por viver com alguem frio e egoista por causa do seu desapego e mostrar q esse proceder nao deveria ser incentivado pois alem de ser contrario aos ensinamentos de Cristo conforme leitura da biblia e nao palavras ditas por pessoas que jamais a leram, mas tenho ciencia de que ja havia sido
    pretido que viria um tempo em que as pessoas seriam mais amantes de si mesmas do q de Deus e que por isso o amor da maioria se esfriaria, isto é o q vivemos hoje e o mal que me sobreveio por ter investido meus sentimentos em alguem totalmente desapegado e egoista. Agradeço a atençao e a resposta. Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa você é uma pessoa difícil enh??? O Dono do blog explicou mas não adiantou nada.AGORA PRESTA ATENÇÃO!
      Se O Senhor Jesus e o próprio Deus tivesse APEGO e incentivasse o APEGO, 1ºDeus não enviaria seu filho ao mundo, para morrer.e 2ºJesus não deixaria que os homens maus o matassem numa cruz.

      Excluir
    2. É isso aí, Miron. Curto e grosso, mas cirurgico.

      Abraço.

      Excluir
    3. mas ninguem eh obrigado a pensar assim se o apego nao traz maleficios aos envolvidodos nao vejo problema nehum

      Excluir
  13. Se me é permitido fazer uma pequena observação acerca das opiniões acima, penso que de certo modo e visto através da psique masculina que usa mais o lado esquerdo do cérebro que pode parecer mais "fria" e e a psique feminina que usa mais o lado direito do cérebro e que poderemos apelidar de mais "sensível", torna-se mais fácil entender o ponto de vista de Anônimo. Porém, eu apesar de ser mulher, sinto um grande chamamento para me libertar do apego em que me encontro mergulhada e me tem dado tanto sofrimento. sinto que esse é o caminho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendeste bem a mensagem, filhadevenus.

      Grande abraço.

      Excluir
    2. Eu sou homem, mas também entendi, só estou querendo saber como colocar em prática, pois tenho 35 anos de idade, nunca tive namorada, minha mãe é viúva, tem medo de ficar sozinha e casa, quando saio, se demoro 1 hora, quando chego ela diz; Meu filho, eu já estava aqui preocupada, pensando o que foi que aconteceu? Sei que preciso trabalhar, mas não quero ir trabalhar e deixar uma mãe em casa sozinha de 72 anos de idade preocupada comigo pois isto me atrapalha, o que faço?

      Excluir
    3. Tenho lido muito a respeito disso, e sempre me deparo com a mesma duvida. Gostaria de saber qual a sua opinião a respeito.
      Qual a diferença entre desapego e egoísmo?

      Excluir
    4. A diferença é que o egoísmo é aquela atitude onde você NÃO SE IMPORTA com os outros, você só se preocupa com o seu benefício, podendo, inclusive, prejudicar a outros para conseguir o que quer. O desapego, como já expliquei no texto, é o amar sem amarras, amar independentemente se isso lhe trará algum benefício ou não. Sentiu a diferença? No egoísmo, o único objeto de amor é você mesmo, no desapego, você ama SEM se importar consigo mesmo.

      Muito pertinente sua pergunta, Somos nos. Tenho certeza que muita gente tem essa mesma dúvida.

      Agradeço a você por engrandecer este texto com sua questão.

      Um grande abraço.

      Excluir
  14. Por conta desta palavra desapego virou um festival , o ficar é o desapego, as pessoas e as relações descartáveis, nem existe tentativa de continuidade na atualidade não existe estímulo para uma relação de amor real. Concordo plenamente com tudo o que escreveste. E isso começa com amor próprio. É como estar sobre a luz de vela achando que está iluminado e de repente descobrir o sol.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo feedback, Rogéria. Realmente há uma confusão em torno do que seja desapego. Muito válida sua contribuição.

      Um abraço.

      Excluir
  15. quer dizer que se eu despegar nao posso mais ter afeto com a pessoa ou objeto, nao creio que o problema seja o apego, kae quando ele interfere na relacao

    ResponderExcluir